A tecnologia e a pandemia: Entenda como algumas empresas usaram da inteligência e da tecnologia para continuar firme no mundo corporativo

Com o atual cenário econômico diversas empresas precisaram recorrer as mais diversas tecnologias e criatividade para manter suas atividades e não decretarem falência, pois o distanciamento social fez com que muitos precisassem lançar  novas plataformas  como é o caso de diversas instituições de ensino que antes da pandemia operavam apenas  com aulas presenciais,  e precisaram se adequar ao sistema  de ensino a distância.

Porém, não só  empresas  de grande porte do cenário corporativo  tiverem que correr contra o tempo, empresas de pequenos e médio porte também. Conheça a história da loja de moda intima Meias Malícias, nossa equipe conversou  com  a proprietária Fátima dos Reis para conhecer as estratégias utilizadas para obter sucesso nessa jornada.

A  Meias Malícias  começou bem pequena  em um  shopping  localizado no centro de Guarulhos, antes de investir no ramo Fátima já havia gerenciado outros empreendimentos, desde  vídeo locadoras até pizzaria, mas foi no segmento de roupa intima que ela encontrou sua verdadeira paixão, pois nesse segmento ela pode ter contato com as pessoas pois nos contou que  considera esse contato, fundamental para o dia a dia.

O nome Meias Malicias surgiu de uma metáfora, pois meia não vem do sentido de meia vestimentas, e sim, de metade, observe bem a grafia do nome: Meias Malícias, e a lingerie, envolve emoção, empoderamento,  valoriza o sentido feminino.  

Com essa pandemia, Fatima precisou se reinventar; inicialmente as vendas eram feitas pelo WhatAapp, e basicamente reduzido a alguns itens que sabiam que não haveriam erros, pois esse segmento ela nos revela que é um pouco complicado vender a distância devida cada mulher ter uma particularidade e isso não há como fugir.

Apesar de conhecer o mercado que atua, era necessário também acompanhar o ritmo de crescimento corporativo,  então  os planos para  a implementação de uma loja virtual, já era algo pensado, mas a longo prazo, e diante dos fatos, essa decisão precisou   ser antecipada.

Ellen Gomes foi a principal idealizadora para a implementação ela entende que era necessário acompanhar o ritmo dos avanços tecnológicos,  pois assim como Fátima,  há uma verdadeira conscientização de que seu público, buscam cada vez mais facilidade no acesso alinhado com segurança e conforto, pois observaram que por mais que a maior parte do seu público  querem e gostem de ir até a loja, experimentar, olhar sentir as texturas, há também aqueles que preferem a compra online e acreditam que essa seja sim uma grande tendência. Optaram então em deixar  o institucional alinhado ao E-commerce, desta forma  atingir  seus diversos públicos, podendo assim  aumentar a oferta de seus itens atendendo diversas faixas etárias.     

Conheça a loja em www.meiasmalicias.com.br                                                                                                                                                                         

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *